Instalar bloqueador em veículo é recomendável?

Instalar bloqueador em veículo é recomendável?

Não! Mas recomendo que leia todo o texto, pois há situações que justificam a instalação de bloqueadores.

Para veículos a combustão (gasolina, álcool, diesel ou gás) existem basicamente dois métodos de bloqueio: desligar a alimentação do veículo ou desligar a partida.

Não vamos entrar em detalhes técnicos neste texto sobre as várias formas de implementar os bloqueios, nem de veículos elétricos, apesar de que as ideias principais valem para estes.

Todas as montadoras levam anos projetando seus veículos para atuarem com segurança e durarem mais de 20 anos (se tiverem manutenção adequada). A intervenção de uma empresa de rastreamento num veículo para instalar qualquer tipo de bloqueio nunca terá o mesmo nível de qualidade que qualquer montadora.

No bloqueio da alimentação em geral é inserida uma chave comanda eletricamente (um relé) que desliga a bomba de combustível, simulando a falta de combustível, com interrupção gradual. Isto não causa nenhum dano ao veículo, já que a falta eventual de combustível não danifica o motor. Este tipo de bloqueio permite parar o veículo em movimento. Enquanto alguns podem argumentar que isto é valioso e eficiente no caso de roubo de veículos, se houver quaisquer falhas em componentes do bloqueio o veículo pode ficar em situação de risco, perda de freio ou dirigibilidade em alta velocidade ou carregado numa serra.

Para o bloqueio de partida, em geral é instalado um relé para interromper a alimentação do motor de partida. Este método é mais seguro, pois impede a parada do veículo em movimento, mas tem seus riscos. Em geral localizar a linha adequada para realizar a interrupção é complexo e a interrupção de uma linha errada pode danificar o veículo. Mesmo quando feito numa linha adequada, no caso de falha do sistema o usuário ficará sem poder utilizar o veículo e pode se encontrar numa situação de risco (assalto ou parado em local perigoso).

Para a lei 245 (SIMRAV) o CONTRAN determinou em resoluções a possibilidade de bloqueio de veículos a velocidades menores que 8Km/h. Esta lei e as resoluções relacionadas do CONTRAN caíram em outubro de 2015. Hoje não há legislação ou regulamentação sobre o bloqueio de veículos, mas já houve entendimento do CONTRAN recente sobre essa possibilidade, o que não gera jurisprudência ou aprovação.

Hoje é prática comum em empresas fornecedoras de tecnologia de rastreamento, gerenciadoras de risco e transportadoras o uso de bloqueio em veículos, especialmente em caminhões, para reduzir o risco de roubo de veículos e cargas. A justificativa para isto é a necessidade de combater o crescente roubo de cargas no Brasil. Mas a eficiência deste método é baixa, já que quadrilhas especializadas utilizam bloqueadores de sinal de celular e em geral rendem o motorista, impossibilitando a comunicação de roubo e o acionamento do bloqueio.

No caso de acidente devido a falha no sistema, vidas podem entrar em risco, sem comentar os prejuízos financeiros causados às empresas envolvidas.

Se a decisão for pela instalação de um bloqueador, para minimizar os riscos, deve-se verificar os seguintes itens:

  • Motoristas profissionais treinados, que tenham ciência da instalação do bloqueio e as condições de falha.
  • Evitar a instalação do bloqueio de alimentação do motor, dando preferência ao bloqueio de partida.
  • Sempre instalar componentes novos em todas as instalações com bloqueio. Verifique se a empresa está instalando dispositivos reutilizados, pois tem maior chance de falha.
  • Todas as emendas de fio devem ser seladas.
  • O equipamento rastreador deve ser selado contra entrada de água e umidade.
  • O sistema deve ser testado pelo menos duas vezes ao ano, com manutenção preventiva pelo menos uma vez ao ano para verificar se as conexões estão adequadas e não oxidadas.
  • Verificar a graduação automotiva dos componentes utilizados (relé automotivo, rastreador que atenda normas SAE automotivas, etc.).
  • Monitore ativamente e constantemente os veículos com bloqueio.
  • Tenha uma equipe de apoio rápido no caso de veículo bloqueado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *