Qual a importância do monitoramento de temperatura no transporte de produtos perecíveis?

Muitos produtos se deterioram rapidamente a temperatura ambiente, e isso ocorre com velocidade ainda maior se a temperatura for mais alta. Alimentos como as frutas, carnes e peixes, por exemplo, não podem ser transportados por longas distâncias sem refrigeração.

Produtos perecíveis devem ser mantidos a uma temperatura controlada, desde o ponto de origem até a entrega ao varejista. A indústria da logística se refere a isso como a “cadeia do frio”, que abrange tanto os contêineres refrigerados quanto os depósitos, centros de distribuição e áreas de armazenamento final ou temporário.

Ao longo desta cadeia, o risco de falha é permanente, o que significa que sempre existe a possibilidade de que a carga exceda os níveis permitidos/seguros de temperatura, mesmo que apenas por um curto período.

O controle e gestão das etapas de transporte e armazenagem de produtos perecíveis permite reduzir custos, otimizar a produção e melhorar a segurança e qualidade do serviço prestado.

O objetivo de manter uma cadeia de frio ininterrupta é preservar, ampliar e garantir a vida útil de produtos perecíveis e assim assegurar sua qualidade e evitar riscos para o consumidor.

Em outras palavras, manter as qualidades nutritivas, características originais do produto e impedir a proliferação de microorganismos e de suas toxinas, adiando o processo natural de decomposição do mesmo. Falhar em atender a estes critérios de segurança podem levar desde a perda de qualidade dos produtos até multas das agências reguladoras.

Na hora de contratar uma empresa para realizar o transporte rodoviário de cargas, é essencial prestar atenção na qualidade do serviço fornecido. Desde o carregamento, até a chegada ao destino, o produto transportado deve ser acondicionado e transportado de acordo com suas especificidades, e para isso, a empresa responsável deve possuir experiência e credibilidade no assunto.

Hoje, muitos setores necessitam de soluções exclusivas para o transporte de cargas. Por exemplo, alguns produtos perecíveis não podem ser transportados sem controle de temperatura, pois quando expostos a condições fora do recomendado, podem sofrer sérios danos.

Nesse caso, para que haja uma perfeita conservação do produto transportado, o ideal é utilizar um veículo com temperatura controlada. Este veículo é composto por um equipamento de refrigeração e um baú ou semirreboque frigorífico, com isolamento térmico, que protege a mercadoria da variação de temperatura.

O monitoramento de temperatura do sistema Vconecta permite gerar alarmes indicando a faixa de temperatura adequada para alimentos frescos manterem a qualidade.

Com essa solução, independente de qual seja a carga, o risco da perda de produto é minimizado, pois a temperatura interna é definida conforme a exigência do produto.

Para tanto, é importante entender quais as temperaturas adequadas para cada produto, para evitar eventuais danos causados  por refrigeração excessiva e congelamento, queimadura pelo gelo, desenvolvimento de microrganismos ou desidratação.

Se você tem mais alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato com a Vconecta e deixe que nossos especialistas te ajudem a otimizar seus rendimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *